Histórico:

- 01/11/2008 a 30/11/2008
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004
- 01/11/2004 a 30/11/2004


Outros sites:

- Messianica
- Johvem - Movimento Jovem da IMM
- Ensinamentos de Meishu Sama
- Rio de Luz - Jornal da Regional RJ
- Meishu Sama.org
- Lux Oriens - Editora
- {Messianicos} (Grupo do Yahoo)
- Vida e Obra do Fundador da Doutrina Messiânica


Indique esse Blog


Contador:






Ceder para conquistar

"SEJA FLEXÍVEL PARA CONQUISTAR", É UMA REGRA DE OURO. PODE SER DIFÍCIL PRATICÁ-LA, MAS DEVEMOS TREINAR A NOSSA ÍNDOLE E EDUCAR A NOSSA MENTE NESSE SENTIDO. EM ALGUNS CASOS, É PREFERÍVEL APARENTAR IGNORÂNCIA OU MESMO PERDER UMA DISCUSSÃO. QUALQUER POSSÍVEL HUMILHAÇÃO FICARÁ GRAVADA APENAS NA MENTE E POR UM PERÍODO TEMPORÁRIO. COM O PASSAR DO TEMPO, A OUTRA PESSOA PODE COMEÇAR A COMPREENDER A VERDADEIRA SITUAÇÃO E MUDAR DE ATITUDE. PODE-SE PENSAR: "EIS UMA PESSOA SINCERA", COMEÇA A ACREDITAR EM VOCÊ E ATÉ MESMO A ADMIRÁ-LO. TENDO APARENTEMENTE VENCIDO UMA DISCUSSÃO, O SEU ADVERSÁRIO SE TORNA INSEGURO POR NÃO FAZER IDÉIA DO QUE VOCÊ TEM EM MENTE. ASSIM O DERROTADO SE TORNA VENCEDOR E É POR ISSO QUE, ÀS VEZES, É PREFERÍVEL DEIXAR QUE OS OUTROS PERSISTAM EM SUAS IDÉIAS.

TENTAR IMPOR AS NOSSAS OPINIÕES É UMA PSICOLOGIA INÁBIL. AINDA QUE ESTEJAMOS CERTOS, NÃO DEVEMOS DESNECESSARIAMANTE INSISTIR EM ARGUMENTOS A NOSSO FAVOR. APRENDENDO A CEDER EM DETERMINADAS CIRCUNSTÂNCIAS, ACABAREMOS VENCENDO, PORQUE
NOS ATIVEMOS AO QUE É JUSTO E VERDADEIRO.

(Mokiti Okada, Fragmentos de Ensinamentos de Meishu-Sama)


 Escrito por Andre Carvalho às 12h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




Um novo paraíso...

O texto que segue abaixo é de autoria de uma nova mas já muito querida amiga, Anne Karynne, de Manaus, que escreveu estas linhas envolvida pela emoção de se deparar com o que poderá ser, segundo suas palavras e o sonen firmado entre os messiânicos da Região Norte do país, um novo protótipo do paraíso.

O poema é muito intenso, marcado do começo ao fim pela forte emoção pela qual a autora e os demais membros presentes certamente estavam sentindo. Tamanha é a veracidade contida nestes versos que todos assim como eu, ao ler o que segue abaixo certamente será remetido para àquele local, embrenhado em mata virgem, berço da natureza e que talvez seja a melhor maneira de se exemplificar o Belo.

 

 

 

Pink, Pink, Pink...

Era o barulho que ouvia, a chuva em forma de pingos d’água que umedeciam o chão fofo cobertos por folhas. Poderia até como uma criança imaginar estar pisando em nuvens. E porque não? Alguns chegavam a falar que realmente sentiam-se no paraíso.

Adentramos por uma floresta fechada, de mata virgem, respirávamos o cheiro de mato, orvalho e terra molhada conduzindo-nos ao espírito de oração. As trilhas aos poucos iam se tornando cada vez mais fechadas e à medida que nos aproximávamos à dificuldade e a beleza unificavam-se.

Cada árvore, cada galho em sua mais perfeita harmonia.  O vento soprava e muito longe o barulho da cigarra que parecia nos recepcionar, todos os ruídos integravam-se como se fizesse parte de uma sinfonia, podia-se ouvir agora o chiado das águas que nos levavam a momentos de reflexão e inenarrável leveza.

Um passo e um emaranhado de expectativas, tínhamos a cachoeira e a ansiedade, cada momento mais próxima de nós. Algo sublime pairava sobre o ar até que com os pés submersos em águas cristalinas podemos enfim evocar a Grandiosa Força Divina.

Como em um coro ecoavam a oração diante de uma magnífica gruta de pedras. A emoção era incontida e as flores ofertadas refletiam-me a de Lótus. Um poema e toda a pele de meu corpo parecia extasiar-se. “Aqueles que tem o desejo ardente de se igualar a beleza das flores possuem corações que a elas se assemelham”. Todos ali pareciam igualar-se e fazer parte daquele local, como se regressássemos depois de anos afastados da grande verdade.

Continuamos a nossa caminhada e para nossa surpresa as águas vindas do céu tinham nos proporcionado uma beleza volumosa, a quantidade de águas límpidas e puras que caiam refletiam a pureza de nossas almas e a profundidade de nossos sentimentos. Encantador!!! Mais uma das oito belezas molhadas que aquele lugar abrigava.

Retornávamos indescritivelmente diferentes e mesmo com os corpos umedecidos o poder do fogo e o calor humano aqueciam e despertavam a nossa consciência, dando base as nossas mais profundas raízes e a magnífica Obra de Salvação da humanidade.

 



 Escrito por Andre Carvalho às 23h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




Reapresentação

Neste novo começo de blog, gostaria de dizer a todos os que se dispuserem a ler os textos aqui publicados que o motivo pelo qual o mesmo existe é tentar proporcionar, ainda que de maneira rústica e com poucos recursos, mais uma alternativa de se alcançar algum conhecimento da vida e obra de Mokiti Okada, assim como a Igreja Messiânica e o Johrei.

 

Necessito da colaboração de quem quiser ou puder participar desta empreitada, seja enviando temas a serem desenvolvidos nos próximos posts, seja enviando textos já prontos, com assuntos relevantes ao propósito deste espaço. Os antigos posts não foram excluídos, desta forma, aqueles que quiserem apreciar os antigos textos, eles estão à disposição.

 

Agradeço àqueles que se sensibilizaram com os meus tópicos nas comunidades messiânicas do Orkut e que vieram prestigiar essa humilde página. O meu sincero e cordial abraço a todos e por favor, participem comigo. Podem se expressar através dos comentários e para aqueles que quiserem enviar-me textos ou idéias, entrem em contato comigo pelo e-mail andrecdecarvalho@gmail.com

 

Muita Luz para todos. Fiquem com Deus e Meishu Sama.



 Escrito por Andre Carvalho às 00h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




Amatsu-Norito, a nossa oração. (2ª Parte)

O seu significado é muito divergente e complexo de acordo com as diferentes facções do Xintoísmo que as usavam. Com o passar dos séculos, a escrita e a pronúncia das palavras sofreram inúmeras alterações, com isso a correta compreensão da Amatsu-Norito tornou-se algo muito difícil para as pessoas em geral. No que diz respeito sobre o porque Meishu Sama a adotou, Ele mesmo explicou: "A oração Amatsu Norito remonta a uma época anterior a de Jinmu, o primeiro Imperador do Japão. Foi escrita por um deus da linhagem de Amaterassu-Õmikami (clique em cima do nome para ver a imagem), adorado pelo clã Yamato; por isso suas palavras possuem um espírito muito elevado e uma ação intensa, tendo o poder de purificar o Céu e a Terra."

 

   Meishu-Sama nos mostrou com seu Ensinamento: Johrei através das letras (clique no nome do Ensinamento para lê-lo) – que tudo o que é escrito reflete o espírito de quem o escreveu e isso é passado também quem o lê,  da mesma forma, as palavras também exercem influência positiva ou negativa às pessoas e todas as coisas. Sobre o tema ele ensinou: “O espírito das palavras emitidas pelo homem exerce uma influência muito grande sobre todas as coisas. São inumeráveis as palavras relacionadas com o Mal, isto é, aquelas que se usam para dizer mentiras, proferir lamúrias ou criticar o próximo. Tais palavras geram máculas no Mundo Espiritual.”

 

   Em outro trecho, Meishu Sama continua: “O nosso espírito purifica-se quando proferimos boas palavras, principalmente quando pronunciamos o nome de Deus. Quando nós O evocamos, mesmo que Ele não se faça presente, manifesta-se em seu lugar, uma divindade subalterna. Esse é o motivo pelo qual , na oração Amatsu-Norito, são enunciados os nomes dos deuses.”

 

   Dessa forma, torna-se evidente que a base e essência da oração Amatsu-Norito é a crença no espírito da palavra.

 

   No próximo post, a purificação e o propósito pelo qual os japoneses começaram a entoar a oração Amatsu-Norito. Muito obrigado e fiquem com Deus e Meishu Sama!



 Escrito por Andre Carvalho às 19h34
[   ] [ envie esta mensagem ]




Amatsu-Norito, a nossa oração.

   Começarei a partir de hoje a escrever um pouco sobre a origem, o significado e a importância de um dos legados mais importantes que nosso Mestre Meishu Sama nos deixou, a nossa principal oração. Para me auxiliar nos próximos posts sobre esse assunto foi usado livremente como fonte de pesquisa alguns Ensinamentos do Alicerce do Paraíso que serão relatados conforme forem sendo necessários o seu uso e também o livro "Primeiras noções da Oração Amatsu Norito", livro originalmente lançado em japonês pela Editora Moa Shoji e que tem o título original: "Amatsu-Norito no Tehodoki". No Brasil, a primeira edição em português foi lançada em 1986 pela Fundação Mokiti Okada.

 

   A oração que é entoada pelos Messiânicos nos cultos diários, assim como nos Cultos Mensais de Agradecimento e Especiais é a Oração Amatsu-Norito. A origem desta oração remonta a mais de um milênio atrás, desde a Era Heian, que data do ano 792 ao 1192 DC. Desde então a mesma vem sendo preservada como um importante documento que, seja como profecia, seja como parte do folclore, da história e da literatura japonesa, preserva o passado, integra-se no presente e desvenda o futuro do povo japonês.

 

   Antes de começarmos a falar sobre os aspectos dela, seu siginificado e a razão pela qual Meishu Sama fez dela a nossa principal Oração, segue abaixo a mesma na íntegra, da forma como os membros a entoam, em profundo sentimento de gratidão à Deus e Meishu Sama pela permissão de recebermos esse Elo de comunicação entre nós, criaturas e o Supremo Deus, Criador do Universo. No próximo post, um pouco sobre a complexidade para o entendimento de seu significado geral e a razão de Meishu Sama que o levou a escolher a Oração Amatsu-Norito para ser entoada pelos membros de sua Igreja. Muito obrigado e fiquem com Deus e Meishu Sama!! (Caso haja comentários, peço para que eles sejam feitos no final da oração e não agora ok?)

 

Ei-la:



 Escrito por Andre Carvalho às 00h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




   Taka ama hara ni kan zumari massu

   Kamurogui Kamuromi-no-Mikoto motite

   Sume mi oya Kamu Izanagui-no-Mikoto

   Tsukushi no himuka no tati hana no odo no awagui hara ni

   Missogui rarai tamõ toki ni nari masseru

   Haraido no Õkami tati

   Moro moro no maga koto tsumi kegare o

   Harai tamae kiyome tamae to mõssu koto no yoshi o

   Amatsu Kami Kunitsu Kami yao yorozu no Kami tati tomo ni

   Ame no futikoma no mimi furi tatete kikoshi messe to

   Kashikomi kashikomi mo mõssu

 

     MIROKU ÕMIKAMI mamori tamae saki hae tamae

     MIROKU ÕMIKAMI mamori tamae saki hae tamae

 

     OSHIE-MI-OYA NISHU-NO-KAMI mamori tamae saki hae tamae

     OSHIE-MI-OYA NISHU-NO-KAMI mamori tamae saki hae tamae

 

   Kan nagara tamati hae masse

   Kan nagara tamati hae masse

 



 Escrito por Andre Carvalho às 00h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




15 de Junho - Culto do Paraíso Terrestre

                                           

   Neste dia 15 de junho comemoramos uma data muito especial para nós, Messiânicos. Foi neste dia, no ano de 1931, no Monte Nokoguiri que Meishu Sama, até então Mokiti Okada teve a visão que mudaria para sempre o destino de todos aqueles que estavam à sua volta naquele momento e também, posteriormente de milhares de pessoas em todo o mundo, naquele momento dava-se início a transição da Era da Noite para a Era do Dia. Foi a partir daquele momento que nosso mestre recebeu de nosso Supremo Deus a missão de fundar aquela que ele  próprio anos mais tarde denominaria de “Ultra-Religião”, pela abrangência e pela profundidade de seus ensinamentos, dava início ali a nossa Igreja Messianica Mundial.

 

   Essa história podemos contar aos poucos aqui no blog mas o importante é de lembramos e orarmos nessa data tão simbólica agradecendo a permissão de estarmos vivendo dentro dessa Filosofia, a Filosofia da Salvação, a Filosofia da prática do Bem em primeiro lugar. O Culto no Solo Sagrado foi nos dias 11 e 12 desse mês, sábado e domingo últimos, mas, em todos os Johrei Centers do mundo e também nos Solos Sagrados do Japão haverá cultos especiais no dia 15, quarta-feira. Com a graça de Deus e Meishu Sama estarei dedicando no meu JC, em Belford Roxo, Cidade em que resido, assim como milhares de outros membros estarão também dedicando em tantos outros JC's espalhados pelo Brasil.

 

   Desejo a todos uma boa dedicação e pensem nas palavras de nosso Mestre quando ele diz para voltarmos ao início de nossa fé, essas palavras sempre nos fazem questionar se estamos vivendo e agindo corretamente em nosso dia a dia. Muito obrigado, fiquem com Deus e Meishu Sama!

 

 

    Obs.: Agradecendo aos coments do post anterior, fico muito feliz por ver que o blog está conquistando mais visitantes em todo o Brasil. Muito obrigado!

 



 Escrito por Andre Carvalho às 01h44
[   ] [ envie esta mensagem ]




A Ingratidão

Jesus Cristo resolveu voltar a Terra... E decidiu vir vestido de médico!

Procurou um lugar para descer, escolheu no Brasil um posto de saúde do sistema SUS. Viu um médico trabalhando há muitas horas e morrendo de cansaço. Jesus então  entrou de jaleco , passando pela fila de pacientes no corredor, até atingir o consultório médico.

Os pacientes viram e falaram: - Olha aí, vai trocar o plantão. Jesus Cristo entrou na sala e falou para o colega que podia ir, que ele iria tocar o ambulatório dali por diante. E, todo resoluto, gritou: -

 

-O PRÓXIMO!

 

Entrou no consultório um homem paraplégico em sua cadeira de rodas. Jesus Cristo levantou-se, olhou bem para o aleijado, e com a palma da mão direita sobre sua cabeça disse: - LEVANTA-TE E ANDA! O homem levantou-se, andou e saiu do consultório empurrando a própria cadeira de rodas. Quando chegou ao corredor, o primeiro da fila perguntou: - E aí, como é esse Doutor novo?

Ele respondeu: - Igualzinho aos outros... Nem examina a gente!

 

Para refletir: Tem gente que já recebeu o milagre, mas nem se toca, pois só vive para reclamar ou botar defeito em tudo nessa vida!

 

E para quem ainda pode estar estranhando o fato de estar falando de Jesus num espaço dedicado a Igreja Messiânica, não estranhe, Jesus é e sempre será um exemplo a ser seguido de amor incondicional aos homens e também de bondade e de verdade, totalmente de acordo com os Ensinamentos que Meishu Sama nos deixou, só aproveitei a data onde comemora-se o Corpus Christi para dar este exemplo de como o ser humano pode deixar passar despercebido as várias bênçãos que Deus lhe oferece.



 Escrito por Andre Carvalho às 23h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




Decisões

Um grupo de crianças brinca próximo a duas vias férreas, uma das vias ainda está em uso e a outra está desativada. Apenas uma criança brinca na via desativada, as outras na via em operação. O trem está vindo e você está exatamente sobre aquele aparelho que pode mudar o trem de uma linha para outra. Você pode fazer o trem mudar seu curso para a pista desativada e salvar a vida da maioria das crianças. Entretanto, isto significa que a solitária criança que brinca na via desativada será sacrificada. Você deixaria o trem seguir seu caminho?

 

   VOCÊ TEM QUE TOMAR UMA DECISÃO! O TREM NÃO PARARÁ ESPERANDO POR VOCÊ!

 

 

   A maioria das pessoas escolherão desviar o trem e sacrificar só uma criança. Você pode ter pensado da mesma forma, eu acho.

   Exatamente, salvar a vida da maioria das crianças à custa de uma só criança é a decisão mais racional que a maioria das pessoas tomariam, moralmente e emotivamente. Mas, você pensou que a criança que escolheu brincar na via desativada foi a única que tomou a decisão correta de brincar num lugar seguro?

   Não obstante, ela tem que ser sacrificada por causa de seus amigos ignorantes que escolheram brincar onde estava o perigo. Este tipo de dilema acontece ao nosso redor todos os dias. No escritório, na comunidade, na política... E especialmente numa sociedade democrática, a minoria freqüentemente é sacrificada pelo interesse da maioria, não importa quão tola ou ignorante a maioria seja e nem a visão de futuro e o conhecimento da minoria.

   Além do mais, se a via tinha sido desativa, provavelmente não era segura. Se você desviou o trem para a outra via, colocou em risco a vida de todos os passageiros. E em sua tentativa de salvar algumas crianças sacrificando apenas uma, você pode acabar sacrificando centenas de pessoas. Se estamos com nossas vidas cheias de fortes decisões que precisam ser tomadas, nós não podemos esquecer que decisões apressadas nem sempre levam ao lugar certo.

 

   Lembre-se de que o que é correto nem sempre é popular... e o que é popular nem sempre é correto. E que todo o mundo comete erros; foi por isso que inventaram a borracha e o apagador.

 

  (autor desconhecido)

 

 Bom senso e sabedoria sempre, buscando sempre nos Ensinamentos e em nossas orações os caminhos e as decisões certas, essa é Grande Decisão a ser tomada.

 



 Escrito por Andre Carvalho às 18h46
[   ] [ envie esta mensagem ]




Verdadeira Felicidade.

    "Todo ser humano precisa saber que a maior felicidade que se pode sentir na vida é aquela que a gente saboreia quando consegue, verdadeiramente, fazer a felicidade de alguém." "O homem depende de seu pensmento."     Mokiti Okada

 

   Eu não posso dizer que sempre fui um "bom samaritano" a vida toda, que sempre busquei direcionar a minha vida para buscar o bem e a felicidade de meus semelhantes, mas também nunca fui totalmente desligado a este tipo de coisa, sempre soube no fundo de minha alma que o ato de se sentir feliz com a felicidade do meu próximo era algo real e que estava próximo de mim, mas só fui realmente descobrir o que isto queria dizer quando ingressei na fé messiânica. A partir dos ensinamentos a que fui tendo acesso e as muitas experiências relatadas em cultos ou mesmo em conversas informais, fui tomando consciência da importância da prática do altruísmo, como essa atividade nos eleva espiritualmente e quão boa é a sensação que temos quando efetivamente fazemos algo em prol da felicidade e do bem estar de alguém.

 

   Como numa das palestras a que tive oportunidade de assistir aonde eu dedico, certa vez nossa Ministra falava em uma reunião da Família sobre o verdadeiro propósito do casamento. Uma pessoa normalmente resolve se casar primeiramente porque ama o seu parceiro(a) e por isso quer ser feliz por toda a sua vida ao lado dele(a), acontece que esse sentimento é, na verdade, algo egoísta e que geralmente faz com que essa relação não perdure como deveria.

 

   O que está errado neste caso é para onde este sentimento de felicidade está direcionado. Se cada um que resolvesse viver uma vida ao lado de outra pessoa, entrasse nessa relação com o sentimento de FAZER o seu amado(a) feliz, antes de pensar na sua própria felicidade, certamente as chances desse matrimônio dar certo por muitos anos ou mesmo pela vida inteira seriam muito maiores. Ao passo que buscar sua felicidade sem ela estar diretamente ligada a da outra pessoa, nunca será uma felicidade plena.

 

   Buscar a felicidade de alguém para saber e sentir o que é a verdadeira e plena felicidade vinda do coração de Deus, essa é a mensagem que deixo para todos os meus amigos que lerem meu blog esta semana. Um grande abraço a todos e muita paz!



 Escrito por Andre Carvalho às 00h05
[   ] [ envie esta mensagem ]




  Na palestra do culto mensal deste mês de março em que eu estive presente na Sede Regional do Rio de Janeiro, o Reverendo Mitsuaki Manabe transmitiu as palavras do Presidente Mundial da Igreja Messiânica Mundial e presidente da IMM Brasil, Reverendo Tetsuo Watanabe, a respeito da visita que este último fizera aos locais mais afetados pela Tsunami, onda gigantesca que varreu boa parte do sudeste asiático, principalmente a Tailândia, o Sri Lanka, a Indonésia e até alguns pontos da África.

 

  O Reverendo Manabe visitou o Solo Sagrado da Tailândia algumas semanas após a catástofre natural ocorrida naquele país a fim de ser o portador dos mantimentos e do total arrecadado em dinheiro pelos diversos Johrei Centers que fizeram campanhas para ajudar as vítimas do Tsunami em todo o mundo e lá, alem de ser recebido com muita alegria pelos mais de 25.000 membros que o aguardavam, ficou conhecendo algumas histórias que aconteceram com membros da igreja que estavam presentes nos locais por onde as ondas passaram. Dos que o Ministro Manabe nos contou, separo aqui os que considerei mais impressionantes:

 

  Uma senhora contou-lhe que foi surpreendida na rua pela onda enquanto caminhava e que começou a ser arrastada por ela assim como tudo e todos que estavam ao seu redor. O ambiente era de terror e destruição. A locutora lhe conta que num momento em que ela tentava se salvar das águas, seus cabelos (que naturalmente deveriam ser bem longos), enroscou-se de tal forma em alguns galhos de uma árvore que ainda resistia de pé, de maneira que ela não conseguia sair dali, e à medida em que as ondas aumentavam ela ia submergindo, a tal ponto que certamente morreria afogada. Conta ela que neste momento de desespero ela gritou: - Meishu Sama, me salve por favor! , pois neste instante ela narra que sentiu uma mão puxar os seus cabelos e que com isso eles se desenroscaram misteriosamente dos galhos onde estavam presos, de maneira que ela conseguiu nadar até uma margem mais segura, salvando-se assim da catástofre.

 

  Contaram também alguns membros de um Johrei Center localizado naquele país que estavam eles reunidos na igreja a cumprir com suas dedicações quando foram surpreendidos pelos gritos e por todo aquele clima de terror que rapidamente se instalou na multidão. Neste momento, viram eles as ondas ganharem toda a rua, de forma que certamente engoliria todo o Vilarejo onde o Johrei Center se encontra, inclusive ele próprio, pois foi aí que, segundo estes membros, eles se viraram para a direção de onde vinham as ondas e começaram a ministrar Johrei para as águas, todos ao mesmo tempo, de maneira que eles testemunharam que, quando as ondas se aproximavam da área onde estava a igreja elas iam perdendo força, chegando até mesmo a desviar da casa de oração, desta forma, o Johrei Center daquele local foi uma das pouquíssimas casas daquela região que nada sofreram com o impacto causado pela Tsunami. De fato, contou o Reverendo que ao todo existem 10 Johrei Centers situados ao longo de toda a área devastada pela força das águas, mas nenhum deles sofreu qualquer tipo de dano material, nem se tem conhecimento de nenhum membro desses Johrei Centers que tenham sofrido maiores perdas em virtude do que ocorreu naqueles locais.

  

  Quem lê os ensinamentos de Meishu Sama sabe do exemplo que ele cita de prédios que foram totalmente destruídos no Japão em virtude de um grande incêndio mas que o prédio da Igreja que se situava bem ao lado do que foi destruído pelo fogo nada sofreu, de maneira que as máculas que precisavam ser eliminadas estavam localizadas somente onde a ação do fogo ocorreu. Do mesmo modo, podemos entender assim o porquê do acontecido naqueles países e como casos como os que foram narrados puderam mesmo acontecer.



 Escrito por Andre Carvalho às 07h49
[   ] [ envie esta mensagem ]




Eliminação da tragédia.

   Entre todas as coisas do mundo, o que o homem mais detesta é a tragédia. Eliminá-la totalmente é impossível, mas, de certo modo, não será tão difícil diminuí-la.

   A realidade evidencia que a maioria das tragédias é causada pela doença. Entretanto, elas também são geradas por problemas sentimentais e pela desonestidade proveniente de interesses materiais.

   Dizem que um espírito são habita um corpo são, e isso é uma grande verdade.

   Infelizmente, ainda não se descobriram métodos positivos para solucionar o problema da doença e restabelecer a saúde física e espiritual, nem mesmo apelando para a medicina ou para outros meios. Ainda que se tivesse encontrado a causa das doenças, não existiria uma forma para resolver o problema verdadeiramente.

   A verdadeira solução das doenças e de outras desgraças depende de uma força invisível, e só aos que a experimentaram é dado reconhecer o incomensurável Poder Divino. Os homens modernos não se convencem senão através da realidade ou de provas; portanto, sem a apresentação de resultados concretos, é inútil pregar princípios elevados e divulgá-los. Para esses homens, a salvação da humanidade e a obra em prol da sociedade não passam de um sonho. A essência da verdadeira Fé consistem em mover o que é visível por ação de um poder invisível.

   Como a maioria das religiões hoje existentes se limita a pregar doutrinas, suas forças agem do exterior para a alma.

   O Johrei projeta a Luz Espiritual diretamente na alma, despertando-a instantaneamente.

   As pessoas que entram em contato com essa Luz - o Johrei - além de superarem as suas próprias tragédias, tornam-se aptos, também, a eliminar as tragédias alheias.



 Escrito por Andre Carvalho às 08h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




O Johrei e a Purificação

Respondendo ao e-mail enviado através do Grupo Messiânicos do Yahoo, venho expor algumas explicações, de acordo com meus estudos de ensinamento, sobre o que intitulo "O Johrei e a purificação".
Torna-se necessário entendermos primeiramente, que as doenças tem origem espiritual. As máculas refletem no corpo material dando origem a toxinas, o que ocasionam as doenças. Assim, como diz Meishu-Sama:

"Não se obterá a erradicação completa se primeiramente não forem removidas as máculas do espírito, de acordo com a Lei Universal do Espírito Precede a Matéria. Como o Johrei é a aplicação dessa lei, purificando-se o espírito as doenças saram pela raiz. É por isso que ele tem esse nome -  Johrei - que significa "purificação do espírito".


É verdade também, que dependendo da purifação, quando o Johrei é ministrado em determinados locais trará maiores resultados. "Irradiando-a [luz purificadora do Johrei], então, no local afetado, há um efeito extraordinário". Em muitos ensinamentos Meishu-Sama até ensina alguns pontos focais, como os ombros, as virilhas, o umbigo. Porém, temos que ter em mente que o Johrei visa eliminar as máculas espirituais e não precisa ser ministrado necessariamente em determinados "pontos focais", para que a pessoa obtenha a cura.
Dessa forma, o Johrei atua no espírito independente do local em que for ministrado e atingirá as máculas da pessoa da mesma forma. Quando ministrado de forma respeitosa, orando verdadeiramente pela felicidade do próximo, atingirá seu objetivo.

Ensinamentos base: *O Espírito Precede a Matéria - * Medicina Espiritual - * Princípio do Johrei, extraídos do livro "A Outra face da doença"



 Escrito por Adriano Miranda às 14h52
[   ] [ envie esta mensagem ]




Falando sobre a Verdade - Parte II - Verdade e Pseudoverdade.

Desde tempos remotos fala-se a respeito da Verdade, mas parece que sobre a Pseudoverdade, ou melhor, sobre a verdade aparente, ninguém fala. Entretanto, para analisarmos qualquer problema, é necessário saber diferenciá-las, pois essa distinção exerce enorme influência no resultado da análise. Muitas vezes a Pseudoverdade passa por Verdade e as pessoas comuns não o percebem.

 

 

A Verdade e a Pseudoverdade existem na Religião, na Filosofia, na Arte e até na Educação. A Pseudoverdade desmorona com o passar dos anos, porém a Verdade é eterna. Quando surge uma nova teoria ou se faz alguma descoberta, as pessoas acreditam tratar-se da maior de todas as verdades; todavia, com o aparecimento de novas teses e descobertas, é comum que aquelas venham a ser superadas. Da mesma forma, por mais notável que seja uma religião, quem pode garantir que ela não se extinguirá após centenas ou milhares de anos? Não seria uma extinção total, e sim a extinção de sua parte falsa; é óbvio que se preservaria a parte verdadeira. Contudo, mesmo que não houvesse algo a preservar, essa religião não seria alvo de críticas, pois cumpriu sua missão para o progresso da cultura. Quanto mais próxima da Verdade estiver a Pseudoverdade, mais longa será sua vida; quanto mais distante, vida mais curta. Isso é inegável.

 

 

Apesar da distinção entre a Verdade e a Pseudoverdade caber aos intelectuais e aos dirigentes de cada época, raros são aqueles que têm esse poder de discernimento. Às vezes, a Pseudoverdade pode ser mantida por longo tempo. O absolutismo e o feudalismo usaram-na como Verdade. O mesmo se pode dizer em relação ao fascismo de Mussolini, ao nazismo de Hitler e ao "hakkoiti-u" ("fazer do mundo uma só casa") de Tojo, que tiveram pouca duração. É interessante que, na época, o fato passou despercebido, e momentaneamente os povos acreditaram tratar-se da Verdade. Por causa dessa crença, até se sacrificaram vidas humanas levianamente, e não podemos esquecer quantas pessoas foram vítimas de tais enganos. Diante disso, percebemos como é terrível a Pseudoverdade.

 

 

A respeito da Verdade e da Pseudoverdade, não podemos deixar de observar que elas, como já dissemos, também existem na Religião. Quantas religiões já surgiram e já desapareceram! Apesar de terem sido gloriosas no início, tiveram vida curta, não deixando qualquer vestígio. Isso ocorreu por serem religiões falsas. Entretanto, se for uma religião com valor idêntico ao da Verdade, mesmo que por algum tempo sofra uma forte perseguição, um dia, sem dúvida alguma, conseguirá expandir-se e tornar-se uma grande religião. Podemos fazer essa afirmativa observando as grandes religiões da atualidade.



 Escrito por Andre Carvalho às 05h36
[   ] [ envie esta mensagem ]




Falando sobre a Verdade - Parte I

   Observando os revoltantes acontecimentos deste mundo, o caos reinante na sociedade, os conflitos, a desordem, o pecado, é impossível negar que tudo contribui mais para a infelicidade do homem. Precisamos, pois, conhecer a razão de tais coisas. Tudo se baseia no fato de estarmos longe da Verdade – isso é evidente. O problema é que não temos consciência disso.

 

   Mas que é a Verdade?

   A Verdade é o próprio estado natural das coisas. O Sol desponta no nascente e desaparece no poente; o homem inevitavelmente caminha para a morte. O homem manter-se vivo através da respiração e da alimentação também é Verdade.

 

   É chegado o tempo de revelar a Vontade de Deus e pregar a Verdade, para que esta possa se concretizar. E a Vontade de Deus é que ela seja transmitida claramente.

 

   O homem adoece porque se distancia da Verdade e por motivo idêntico não consegue curar-se. Política errônea, má ideologia, aumento de crimes, crise financeira, inflação e deflação, tudo isso se deve, também, ao fato de o homem desviar-se da Verdade.

 

   Tudo que desejamos logo se realizaria se estivéssemos de acordo com a Verdade; foi com esse propósito que Deus criou a sociedade ideal, nem é impossível ser feliz.

 

 

   “Concretização da Verdade” – (trechos).  16 de Julho de 1949.



 Escrito por Andre Carvalho às 14h10
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]